sábado, 25 de fevereiro de 2012

Missa da quarta feira de Cinzas


Centenas de fieis católicos se reuniram na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, nesta quarta feira(22), às 08:00h, para a celebração da missa da quarta feira de Cinzas, que foi presidida pelo Pe. Ribamar Vieira, com o auxilio do Pe. Hamilton Sobreira e do Diácono Luis Carlos Macedo.
Com a celebração da quarta feira de Cinzas, dar-se inicio ao período da quaresma, que são os quarenta dias que antecedem a Páscoa, tempo deJejum, Oração e Solidariedade.
As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia, é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passagem transitória, e efêmera fragilidade da vida humana sujeita a morte.
O primeiro dia da Quaresma, ocorre um dia após o carnaval e na missa, como acontece tradicionalmente, todos os participantes são marcados com as cinzas que são abençoadas pelo padre que preside a cerimônia. É também um dia de jejum e abstinência. O grupo responsável pela celebração foi a Legião de Maria.

PASCOM - ROSARIO










quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Campanha da Fraternidade 2012


FONTE
http://www.blogdacnbb.com/2012/02/campanha-da-fraternidade-49-anos-de.html

Selo comemorativo por ocasião do jubileu dos 400 anos do anúncio do Evangelho em terras maranhenses será lançado dia 25 de fevereiro de 2012


Em parceria com a Empresa Brasileira de Correio e Telégrafos, a Arquidiocese de São Luís do Maranhão lançará o Selo que marca as comemorações do Jubileu dos 400 anos de anúncio do Evangelho em Terras Maranhenses. O selo traz a logomarca oficial do jubileu celebrado.
A solenidade será no Ginásio Georgeana Pflueger (Castelinho) no dia 25 de fevereiro de 2012, a partir das 14h30 - Ocasião em que a Arquidiocese de São Luís celebrará oficialmente a abertura do ano jubilar dos 400 anos.

Fonte: Pascom Arquidiocesana

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Pastoral da Juventude realiza Macha Contra a Violência e Extermínio de Jovens

 Nem a forte chuva atrapalhou a Marcha Contra a Violência e Extermínio de Jovens, realizada no sábado(28), na cidade de Rosário, com o objetivo de sensibilizar as autoridades e a sociedade de um modo geral, acerca do auto índice de violência contra a juventude em nosso Município.



A concentração deu-se às 17:00h, em frente ao cemitério Municipal, onde já se encontra um grande número de jovens que tombaram mortos nos últimos anos por conta da violência.

E com o grito de BASTA A JUVENTUDE QUER VIVER, a pastoral da juventude juntamente com outros grupos e pastorais, Pe. Hamilto, Pe. Ribamar  e algumas autoridades do Município, saíram em marcha contra a violência e extermínio de jovens em nossa cidade.

O Prefeito Marconi Bimba e o Vice Prefeito Ezequias Amorim, estiveram presentes no ato. Esperamos que eles como gestores do Município, tomem as providencias necessárias para que se possa realmente dar um basta a esse crescente índice de violência contra nossa juventude.   

PASCOM - ROSARIO














domingo, 5 de fevereiro de 2012

Convite de Ordenação Diaconal


A Arquidiocese de São Luís do Maranhão, nossas famílias e nós, Luís Carlos Andrade Macêdo e Irailson Dias Barbosa, temos a alegria de convidar você, sua família e comunidade para participarem da solene celebração Eucarística na qual seremos ordenados diáconos pela imposição das mãos e oração consacratória de dom José Belisário da Silva, Ofm, arcebispo Metropolitano.

O evento será dia 11 de fevereiro as 17:00hs na Igreja São José e São Pantaleão - Centro - São Luís - MA.

Gratos pela participação e Oração.

Fonte:Luis M@cêdo

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

HISTORIA DE NOSSA GENTE

Neste quadro que estamos iniciando neste mês (jan./2012), falaremos um pouco da história de pessoas/famílias, que fizeram ou ainda fazem parte da história da nossa cidade. Iniciaremos contando a história da professora Maria do Socorro Costa, carinhosamente conhecida como professora Coinha. A professora Coinha é Rosariense, tem 65 anos, destes 40 anos foram dedicados ao magistério. É a quarta dos 10 filhos do casal, Antonio Costa, que era conhecido como Caboclo Ferreiro devido a profissão, e da professora Raimunda Rosa Santos Costa. Iniciou sua vida escolar – alfabetização - com as saudosas professoras, Dorotéia Queiroz e Maria de Lourdes Nina Pinheiro. Cursou o primário no colégio Joaquim Santos e o ginásio na escola normal Raimundo João Saldanha em Rosário. Em São Luis fez o 1º ano normal no colégio Ateneu Teixeira Mendes e 2º e 3º ano no instituto de educação do estado, antes Escola Normal. É licenciada em pedagogia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Iniciou sua carreira profissional em Rosário, no ano de 1972, como supervisora de área do extinto Mobral, em uma área que envolvia os municípios de Rosário, Axixa, Presidente Juscelino, Itapecuru- Mirim e Santa Rita. Em 1975 ingressou na fundação Rocret Pinto (CEMA), como orientadora de aprendizagem, no inicio da educação à distância por meio da televisão, função na qual hoje ela é aposentada. Em 1984 viveu uma experiência de lecionar em uma escola rural na comunidade Mojó, próximo da pedreira Redimix, depois de aprovada em um concurso para o Instituto Mairiporã do Maranhão, que era mantido pela Pedreira Anhaguera com sede em São Paulo. Na rede Municipal de ensino, só depois de aprovada no concurso de 1997, exerceu a função de professora na escola Municipal Dorotéia Queiroz, e atualmente continua desempenhando na escola Manoel Silva Cantanhede, no Bairro do Paraíso. Hoje, sente-se realizada por ainda estar exercendo o magistério, pelo amor que tem em ser educadora, por está trabalhando com profissionais que foram suas alunas, e lembrou de um aluno da comunidade Vidéo, de nome Nilton, que vinha pra escola andando pela estrada de ferro. - Hoje ele vive bem, é formado em economia, e eu gostaria que os jovens de hoje tivesse essa garra de estudar trabalhar e ser independente, disse a professora. A professora finalizou nossa conversa com uma frase de Gaandi: “ A verdadeira educação consiste em por a descoberto o melhor de uma pessoa. Nisto é preciso à arte de educar, a mais difícil e mais bela de todas”.