terça-feira, 29 de março de 2011

Curiae Nossa Senhora do Rosário realiza a solenidade da Acies

Todos os anos a Legião de Maria, convoca seus membros ativos e auxiliares para uma consagração individual e coletiva a sua Mãe e Rainha.

Essa cerimônia denomina-se “Acies”, que significa um exército em ordem de batalha. Nós legionários vamos apresentar-nos a Deus por meio de Maria, para mais um ano de trabalho na evangelização do mundo, o que significa que o Sim de Maria nos leva a assumir o compromisso de nossa vocação com generosidade e amor! Esse ano a cerimônia da “Acies” foi realizada neste domingo 27 na Paróquia Nossa Senhora da Conceição em Icatú com participação de aproximadamente 300 legionários, ativos de diversas Paróquias da Forania São Benedito que compõem a Curiae Nossa Senhora do Rosário, a celebração Eucaristia foi celebrada por Pe. Ribamar, que com muito carinho atendeu ao pedido dos legionários.

Salve Maria!

PASCOM - ROSÁRIO











sábado, 26 de março de 2011

Jubileu de Prata - Pe. Carmelino

A Paróquia Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, tem a honra de convidar todos os Paroquianos para a missa de comemoração dos 25 anos de vida sacerdotal de Pe. Carmelino, que será dia 30 de março às 19:00h na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário e às 19:00h do dia 31 na igreja de Nossa Senhora da Saúde em Axixá – MA.

Pe. Carmelino que teve sua ordenação presbiterial em 15 de março de 1986 no Ginásio Marista em São Luis, cujo lema escolhido foi “Ser Sacerdote para Sempre”! Tomou posse na Paróquia de Rosário em 30 de março do mesmo ano, onde ficou até o ano de 1995. Onde teve todo um trabalho pastoral voltado às CEB’s comunidade Eclesial de Base nas Paróquias de Rosário e Axixá.

Atualmente é administrador Paroquial da Paróquia Bom Jesus dos Palmares em Ibirité – MG. E é com muita alegria que vem celebrar conosco o seu Jubileu de Prata como Sacerdote.

PASCOM - ROSÁRIO

sexta-feira, 25 de março de 2011

Nomeado bispo coadjutor da diocese de Guajará-Mirim

O papa Bento XVI nomeou, nesta quarta-feira, 23, bispo coadjutor da diocese de Guajará-Mirim, no Estado de Rondônia, o padre Benedito Araújo. A nomeação atende a um pedido do bispo da diocese, dom Geraldo Verdier.

Atual pároco da paróquia Nossa Senhora de Nazaré, em São Luis do Maranhão, e professor no Instituto de Estudos Superiores do Maranhão (IESMA), padre Benedito tem 47 anos e foi ordenado presbítero no dia 21 de novembro de 1991, na arquidiocese de São Luís.
Natural de Conceição, Itapecuru Mirim (MA), fez seus estudos de filosofia e teologia no Centro de Estudos Teológicos do Maranhão, atual IESMA. Tem especialização em psicopedagogia pela PUCRS e mestrado em ecumenismo pelo Institutum de Studiis Oecumenicis, em Veneza, Itália.

Continue Lendo...

FONTE: CNBB

terça-feira, 15 de março de 2011

Forania São Benedito Celebra Abertura da Campanha da Fraternidade 2011

Neste domingo (13) a bela cidade de Morros foi palco de uma grande concentração das 11 paróquias que compõem a Forania São Benedito, para celebrar a abertura da Campanha da Fraternidade 2011, com o tema
Fraternidade e a Vida no Planeta e o lema “A Criação Geme em Dores de Parto”. Após a concentração no retorno da entrada da cidade, aconteceu uma grande caminhada rumo a Igreja de Nossa Senhora Aparecida do Munim,onde foi celebrada a missa presidida por Dom Belisário com auxilio de todos os Padres da Forania São Benedito.
Dom Belisário, falou da criação, o grande jardim criado por Deus e entregue aos cuidados do homem, portanto é responsabilidade nossa cuidar bem do planeta em que vivemos, para que não venhamos sofrer as conseqüências.
Estamos vivendo uma grande transformação em nossa região com os grandes projetos industriais que às vezes trás melhorias financeiras, mas que causam danos irreparáveis no meio ambiente. Finalizou com uma pergunta: O que Deus quer de nós? Como estamos cuidando de nosso jardim? Devemos seguir o exemplo de São Francisco que tanto amava a natureza que a tratava como irmã.
Depois da missa foi formada uma mesa de debate e palestra sobre o tema da CF. 2011, com participação de Pe. Hamilton, Vigário foraneo; Sr. Lobato, Secretario do Meio Ambiente de Morros; Sr. Desterro,Secretario do Meio Ambiente de Bacabeira; Srª Francisca Silvana, Prefeita de Morros; Pe. Osvaldo, Paroco de Axixá e Juscelino; Sr. Jerônimo, Secretario de Educação de Axixá, representando a Prefeita Sônia Campos e da Drª Helena Helly, palestrante, que falou da beleza da criação encontrada no livro do Genesis. – Devemos ter compromisso com a vida do planeta, a Igreja Católica ao longo dos anos vem alertando a humanidade sobre a questão ambiental, não é contra os projetos e a industrialização que gera emprego, desde que respeitem a natureza e o ambiente em que vivemos.

PASCOM - ROSÁRIO
















sexta-feira, 11 de março de 2011

Missa da Quarta Feira de Cinzas

Com a celebração da quarta feira de cinzas a igreja católica dar início a celebração do tempo quaresmal. Que são os quarenta dias que antecede à Páscoa de Jesus.

Quaresma é o tempo de escuta da palavra, da oração de Jejum e da prática de caridade, que nos conduz ao caminho de conversão.

A celebração das cinzas aconteceu na Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário às 08:00h presidida por Pe. Hamilton e na comunidade de fonte grande setor de são Miguel às 09:00h presidida por Pe. Ribamar.

PASCOM – ROSÁRIO







Qual é a relação entre Campanha da Fraternidade e a Quaresma?

A Campanha da Fraternidade é um instrumento para desenvolver o espírito quaresmal de conversão e renovação interior a partir da realização da ação comunitária, que para os católicos, é a verdadeira penitência que Deus quer em preparação da Páscoa. Ela ajuda na tarefa de colocar em prática a caridade e ajuda ao próximo. É um modo criativo de concretizar o exercício pastoral de conjunto, visando a transformação das injustiças sociais. Desta forma, a Campanha da Fraternidade é maneira que a Igreja no Brasil celebra a quaresma em preparação à Páscoa. Ela dá ao tempo quaresmal uma dimensão histórica, humana, encarnada e principalmente comprometida com as questões específicas de nosso povo, como atividade essencial ligada à Páscoa do Senhor. Quais são os rituais e tradições associados com este tempo? As celebrações têm início no Domingo de Ramos, ele significa a entrada triunfal de Jesus, o começo da semana santa. Os ramos simbolizam a vida do Senhor, ou seja, Domingo de Ramos é entrar na Semana Santa para relembrar aquele momento. Depois, celebra-se a Ceia do Senhor, realizada na quinta-feira Santa, conhecida também como o lava pés. Ela celebra Jesus criando a eucaristia, a entrega de Jesus e portanto, o resgate dos pecadores. Depois, vem a missa da Sexta-feira da paixão, também conhecida como Sexta-feira Santa, que celebra a morte do Senhor, às 15h00. Na sexta à noite geralmente é feita uma procissão ou ainda a Via Sacra, que seria a repetição das 14 passagens da vida de Jesus. No sábado à noite, o Sábado de Aleluia, é celebrada a Vigília Pascal, também conhecida como a Missa do Fogo. Nela o Círio Pascal é acesso, resultando as cinzas. O significado das cinzas é que do pó viemos e para o pó voltaremos, sinal de conversão e de que nada somos sem Deus. Um símbolo da renovação de um ciclo. Os rituais se encerram no Domingo, data da ressurreição de Cristo, com a Missa da Páscoa, que celebra o Cristo vivo.


CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil

quinta-feira, 10 de março de 2011

Quaresma

Quaresma, palavra que vem do latim quadragésima, é o período de quarenta dias que antecedem a festa ápice do cristianismo: a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no Domingo de Páscoa

Tempo da Quaresma

A quaresma tem seu inicio na quarta-feira de cinzas e seu término ocorre na quinta-feira santa, na celebração da última ceia de Jesus Cristo com os doze apóstolos...

Quarenta Dias

O tempo da quaresma é de quarenta dias, porém em dias corridos somam quarenta e sete pois, de acordo com o cristianismo, o domingo, que já é dedicado como o dia do Senhor, durante a quaresma não é contado. Após esse período, se inicia o Tríduo Pascal, que termina no Domingo de Páscoa. Quaresma remete, ainda, ao período de 40 dias que Jesus passou no deserto em oração.

Tempo de Oração

A Quaresma é o tempo litúrgico de conversão, que a Igreja Católica, a Igreja Anglicana e algumas protestantes marcam para preparar os fiéis para a grande festa da Páscoa. Durante este período, os seus fiéis são convidados a um período de penitência e meditação, por meio da prática do jejum, da esmola e da oração. Ao longo deste período, sobretudo na liturgia do domingo, é feito um esforço para recuperar o ritmo e estilo de verdadeiros fiéis que pretendem viver como filhos de Deus.

A Igreja Católica propõe, por meio do Evangelho proclamado na Quarta-feira de Cinzas, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade. Não somente durante a Quaresma, mas em todos os dias de sua vida, o cristão deve buscar o Reino de Deus, ou seja, lutar para que exista justiça, a paz e o amor em toda a humanidade. Os cristãos devem então recolher-se para a reflexão para se aproximar de Deus. Esta busca inclui a oração, a penitência e a caridade, esta última como uma consequência da penitência.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Quarta-feira de cinzas

A quarta-feira de cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental. As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.

Ela ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos (que não são incluídos na Quaresma) ou quarenta e seis dias contando os domingos. Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa. A data pode variar do começo de fevereiro até à segunda semana de março.

Alguns cristãos tratam a quarta-feira de cinzas como um dia para se lembrar a mortalidade da própria mortalidade. Missas são realizadas tradicionalmente nesse dia nas quais os participantes são abençoados com cinzas pelo padre que preside à cerimônia. O padre marca a testa de cada celebrante com cinzas, deixando uma marca que o cristão normalmente deixa em sua testa até ao pôr do sol, antes de lavá-la. Esse simbolismo relembra a antiga tradição do Médio Oriente de jogar cinzas sobre a cabeça como símbolo de arrependimento perante Deus (como relatado diversas vezes na Bíblia). No Catolicismo Romano é um dia de jejum e abstinência.

Como é o primeiro dia da Quaresma, ele ocorre um dia após do carnaval.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

segunda-feira, 7 de março de 2011

CNBB abre Campanha da Fraternidade na Quarta-feira de Cinzas

Na próxima quarta-feira, 9, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abre oficialmente a Campanha da Fraternidade 2011 (CF), que tem por tema: “Fraternidade e a Vida no Planeta” e lema: “A criação geme em dores de parto” (Rm 8,22). O ato de lançamento nacional, aberto à imprensa, acontece no auditório Dom Helder Câmara, na sede da CNBB, em Brasília, às 14h30, e será presidido pelo secretário geral da Conferência dos Bispos, dom Dimas Lara Barbosa.

A programação será bastante objetiva, iniciando com a apresentação da mensagem do papa Bento XVI, saudando a Campanha. Em seguida, o secretário executivo da CF, padre Luiz Carlos Dias, exporá os objetivos da Campanha, bem como a dinâmica de sua realização nas dioceses, paróquias e comunidades do país. O secretário geral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, encerra o ato falando sobre as expectativas da Igreja com a Campanha. Terminada a cerimônia, dom Dimas atende os jornalistas, numa coletiva de imprensa.

Esta é a 47ª Campanha da Fraternidade desde que foi criada em 1964. A conscientização sobre o aquecimento global e as mudanças climáticas está entre os principais objetivos da Campanha. A busca de ações que preservem a vida no planeta é outra meta da CF.

Com 124 páginas e dividido em quatro partes, o texto-base, carro-chefe da CF, apresenta o conteúdo a ser discutido ao longo da Campanha. Na primeira, faz uma análise da realidade procurando estabelecer as causas do aquecimento global e das mudanças climáticas. Toca na relação que há entre o aquecimento global e as atividades humanas; questiona o modelo energético do país; denuncia o desmatamento e as queimadas, responsáveis por 50% da emissão de gases de efeito estufa no Brasil; interpela o agronegócio e o atual modelo de desenvolvimento. A Campanha vai alertar, ainda, para a ameaça à biodiversidade e para o risco da escassez de água no planeta.

Continue Lendo...

CNBB